Entenda o que é turismo sustentável, qual a sua importância, e conheça destinos que possuem práticas sustentáveis no Brasil e no mundo.

A gente ama viajar, conhecer lugares novos, pessoas diferentes… mas você já parou pra pensar nos impactos negativos que nossas viagens podem causar? Neste artigo explicaremos de maneira simplificada os significados de sustentabilidade e de turismo sustentável, falaremos sobre a importância de trazermos práticas sustentáveis para nossas viagens além de mencionar destinos com práticas de sustentabilidade no Brasil e no mundo.

O que é sustentabilidade?

o que é sustentabilidade e quais são seus três pilares
Aquele abraço
Foto: Brenno Carvalho

Para uma melhor compreensão sobre o que é turismo sustentável, vamos entender primeiro o que é sustentabilidade.

Em 1987 a United Nations Brundtland Commission definiu sustentabilidade como:

“atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades.”

Atualmente quando falamos em sustentabilidade associamos o tema à assuntos como o desmatamento, consumismo, lixo nos oceanos, animais em extinção, etc, e se pararmos para pensar, todos eles realmente podem comprometer o bem-estar e até a sobrevivência das gerações futuras.

Os 3 pilares da sustentabilidade

A sustentabilidade possui 3 pilares que devem ser equilibrados, que são o econômico, o social e o ambiental. Esses pilares foram identificados durante um evento da United Nations (UN) que aconteceu em 2005.

O equilíbrio entre os três pilares deve ser ressaltado, pois pecamos muito pela falta dele. Um exemplo:

O Brasil busca o crescimento na exportação de carnes, o que é muito bom para a economia.

Porém, se feito descontroladamente isso traz impactos negativos para o meio ambiente e comunidades, como:

Sendo assim, nossos projetos precisam considerar os possíveis impactos de curto e longo prazo para cada um dos três pilares mencionados.

O que é turismo sustentável?

o que é turismo sustentável
Turismo Sustentável no Brasil – Ekôa Park (PR)
Foto: Brenno Carvalho

A definição de turismo sustentável de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT) é a seguinte:

“O turismo que considera seus impactos econômicos, sociais e ambientais atuais e futuros, atendendo às necessidades dos visitantes, da indústria, do meio ambiente e das comunidades locais”.

Note como o conceito de turismo sustentável acaba sendo uma junção do que é sustentabilidade e seus 3 pilares, mas adaptado para o turismo.

Qual a importância do turismo sustentável? Por que devemos praticá-lo?

Segundo um relatório da World Travel & Tourism Council de 2019, o turismo representa mais de 10% da atividade econômica mundial, portanto é um setor de extrema importância na nossa economia, o que é muito bom!

Todavia, como será o turismo no futuro se ele for feito de maneira desenfreada?

O que acontecerá com comunidades locais se grandes hotéis contratarem apenas estrangeiros? Ou se investidores estrangeiros explorarem os locais através de acordos e de salários injustos?

E como viajantes… será que precisamos colocar animais silvestres em risco por que queremos uma selfie? Será que estamos entregando nosso dinheiro suado de tanto trabalho para empresas responsáveis? Ou nossas viagens estão financiando crimes ambientais e sociais?

Queremos que destinos maravilhosos como Maya Bay na Tailândia sejam fechados pelos estragos causados pela falta de planejamento e falta de consciência dos viajantes? Gostaríamos de encontrar lixo em ilhas paradisíacas durante uma viagem de férias?

Trazer práticas de sustentabilidade para nossas viagens é tão importante quanto criar hábitos sustentáveis no nosso dia-a-dia, dentro de casa, no trabalho, ou qualquer outro lugar.

Afinal, quando falamos de sustentabilidade envolvemos todos os seres-vivos do planeta na discussão.

Turismo Sustentável no Mundo

destinos sustentáveis no mundo
Butão – Um dos destinos mais sustentáveis do mundo
Foto: Elaine Villatoro

Alguns destinos no mundo tem se dedicado bastante para praticar um turismo mais sustentável.

Na minha opinião o Butão é o melhor exemplo. Você sabia que ele é o único país do mundo considerado carbono negativo? Isso significa que a pureza de suas florestas produz mais oxigênio do que o país emite gases =)

O turismo no Butão é bem controlado, além de requerer visto, é cobrado uma diária de USD 200 à USD 250 que já inclui hotel de no mínimo 3 estrelas, passeio, e refeições. Grande parte dessa taxa é destinada para projetos de preservação do meio ambiente, desenvolvimento social, entre outros.

Outros exemplos de destinos sustentáveis no mundo são:

  • Costa Rica: A Costa Rica tem 25% de sua área protegida e é um dos líderes em práticas de turismo sustentável no mundo. Lá eles possuem um programa chamado Certification for Sustainable Tourism (CST) que certifica hotéis e operadores de turismo que trabalham de acordo com suas recomendações.
  • Mônaco: Com 100% de sua energia vinda de fontes renováveis, carros elétricos e bicicletas compartilhadas, Mônaco tem feito uma campanha chamada “Green is the new glam” que significa “Verde é o novo glamour”.
  • Jordânia: O turismo é a maior fonte de renda da Jordânia, e para auxiliar na renda de sua população as hospedagens fazem questão de adquirir produtos locais como lençóis e toalhas por exemplo.

Uma lista mais completa ainda incluiria mais países como Nova Zelândia, Noruega, Seychelles entre outros.

Turismo Sustentável no Brasil

Turismo sustentável no Brasil
Elaine durante flutuação em Bonito (MS)

O Brasil também possui destinos com excelentes iniciativas. Entre eles estão:

Bonito (MS): Bonito faz um controle rigoroso da quantidade de turistas que participam de cada passeio.

Socorro (SP): Acessibilidade também é levada em consideração quando falamos de turismo sustentável, e Socorro possui atrações e hospedagens que trazem a inclusão no turismo para pessoas com deficiências ou necessidades especiais.

Entenda a importância do Turismo Acessível!

Fernando de Noronha (PE): Noronha faz um controle rigoroso em relação a quantidade de visitantes que recebe e possui programas para acabar com o uso de plástico na ilha e de zerar as emissões de carbono até 2030.

Morretes (PR): Já o Ekôa Park que fica em Morretes é um exemplo de atração com práticas de sustentabilidade. O parque que fica localizado na Mata Atlântica oferece atividades e aventuras para todas as idades, que vem acompanhadas de muito conhecimento.

Como o turismo sustentável entrou na minha vida

Ilhas Maldivas Fotos
Elaine nas Ilhas Maldivas

Nem sempre eu fui uma viajante responsável, a consciência sobre os impactos que minhas viagens podem causar no meio ambiente e sociedade chegaram na minha vida apenas em 2018, durante uma viagem de 5 meses que fiz.

Experiências como a de observar o show de respeito com a natureza e população que o Butão dá, de presenciar pessoas trabalhando em condições extremamente precárias na maior favela da Índia, ou de ver pessoas caminhando de máscara em Kathmandu (Nepal) para proteger da poluição, me fizeram repensar meus hábitos e atitudes.

Mas um ponto que foi chave para eu decidir aprender mais sobre turismo sustentável especificamente foi ao encontrar muito lixo em praias paradisíacas nas Ilhas Maldivas e descobrir que o turismo é um dos maiores responsáveis por este, que é um grande problema do país.

Ao retornar para o Brasil, comecei a me informar sobre o tema e a compartilhar o que vinha aprendendo em minhas redes sociais. Hoje, a luta por essa causa faz parte do meu propósito de vida =)

Se você quer ficar ligado em dicas para praticar um turismo responsável recomendo que nos siga no Instagram e também siga o movimento Viajantes Responsáveis, que foi criado em parceria com a Ana Duék do Viajar Verde para compartilhar informações e dicas para um turismo mais sustentável.

E no seu caso? Como o turismo sustentável entrou na sua vida? Quais dúvidas você tem sobre esse tema? Compartilhe aqui nos comentários =)


Leia também:

10 dicas para uma viagem sem lixo

As melhores práticas no turismo com animais

8 dicas de como praticar um turismo consciente

Como viajantes responsáveis podem contribuir para o fim das pandemias