Chegou o guia de viagem para Buenos Aires que você tanto esperava! Veja dicas de como chegar, onde se hospedar, o que levar na mala, e como praticar um turismo sustentável pela cidade. Descubra os encantos dessa cosmopolita e vibrante capital latinoamericana!

Não resista ao charme de Buenos Aires: deixe que a capital argentina encante você com seus parques arborizados, prédios históricos e gastronomia espetacular. Para te ajudar no planejamento da viagem, preparamos um guia detalhando onde fica Buenos Aires, como chegar, por que visitar, como é o clima, como fazer câmbio na Argentina, dicas para se manter seguro e para praticar um turismo responsável durante as férias. Descubra Buenos Aires com a gente!

Se preferir, vá direto ao tópico desejado:

Onde fica Buenos Aires

Localizada na Argentina, na província de mesmo nome, Buenos Aires é uma das maiores e mais vibrantes capitais latinoamericanas.

Veja onde fica Buenos Aires no mapa:

Por que visitar Buenos Aires

Há motivos de sobra para você fazer uma viagem para Buenos Aires. Como se não bastasse ser linda, a cidade ainda conta com belos parques, ótimos museus, bons restaurantes e gastronomia, cultura vibrante e preços convidativos. O povo argentino também costuma ser receptivo com brasileiros, ainda mais agora que são campeões do mundo – se você gosta de futebol, saiba que esse assunto rende muito por lá.

Comidas típicas da Argentina

A gastronomia argentina é uma delícia. Para um café da manhã ou da tarde, destaque para medialunas (folhado como o croissant), chipá (parecido com o nosso pão de queijo), os queijos e dulche de leche; para refeições rápidas, choripan, empanadas e pizzas são boas pedidas. Inclusive, a influência da imigração italiana fica evidente nas deliciosas pizzas, massas caseiras e sorvetes artesanais.

Outros pratos notáveis incluem tortilla (torta de batatas ou espinafre com ovo), milanesa e, o mais importante, o asado – carne assada na parrilla, ressaltando a qualidade das carnes argentinas. Mesmo para os vegetarianos, há opções como legumes e queijo parrillero, e o chimichurri com pãozinho sempre acompanha bem.

Medialunas com café, pizza super recheada 😋, assado na parrilla. Fotos: Jade Knorre

O que você precisa saber antes de viajar para Buenos Aires

Idioma: Espanhol

Voltagem: 220 volts

Tomada: Em Buenos Aires você encontra tomadas do tipo I (aquela com dois ou três pinos achatados), do tipo C (com apenas dois pinos redondinhos, padrão europeu) ou até padrão I com encaixe para C. É aconselhável ter adaptadores compatíveis com esses tipos de tomadas ao viajar para a Argentina.

Habitantes: Mais de 15,4 milhões de habitantes.

Fuso-horário: GMT-03:00, mesmo horário de Brasília.

Acesso à internet: O acesso à internet é muito fácil, todos os estabelecimentos como restaurantes, cafés, hotéis e museus têm rede disponível. Você também pode comprar um chip pré-pago ao chegar na cidade e carregar com o valor que deseja, ou já sair do Brasil com algum plano internacional ativado.

Drone: segundo a Administração Nacional de Aeronáutica Civil (ANAC) argentina, desde janeiro de 2024, para operar drones será necessário ter um certificado especial. Para usar em filmagens, os usuários devem evitar espaços com aglomerações de pessoas e assumir a responsabilidade por qualquer inconveniente causado pelo uso, além de ter um seguro especial.

Gorjetas: Gorjetas são apreciadas! Em geral espera-se por 5 a 10% do valor do serviço.

Contatos em caso de emergência: Central de Emergencias Nacional – 911; Emergências médicas – 107; Bombeiros – 100.

Como chegar em Buenos Aires

Existem diferentes formas de como chegar em Buenos Aires, descubra qual delas faz mais sentido para você:

Como chegar em Buenos Aires de carro

Se você pretende viajar de carro para Buenos Aires, saiba que são muitas horas de estrada, mesmo saindo do sul do Brasil. A partir de Porto Alegre, por exemplo, são cerca de 1100 km até a capital argentina – aproximadamente 15 horas. Você pode ir por Uruguaiana (1307 km), entrando direto na Argentina ao cruzar para a cidade de Paso de los Libres; ou por Santana do Livramento (1173 km), atravessando para a cidade uruguaia de Rivera e cruzando o país pelas rutas 5 e 26 até chegar na fronteira Paysandú-Colón.

Estando na Argentina, a estrada que leva a Buenos Aires é a Ruta 14 até o povoado de Ceibas, Ruta 12 até Zarate, e Ruta 9 até Buenos Aires. Está pensando em ir de São Paulo à Buenos Aires de carro? Prepare-se para ficar pelo menos 2 dias na estrada, pois são estimadas 28 horas na direção.

Transporte em Buenos Aires - guia de viagem
Ruas de Buenos Aires. Foto: Jade Knorre

Como ir para Buenos Aires de ônibus

De ônibus, a viagem a partir de São Paulo, por exemplo, leva cerca de 1 dia e 15 horas, e custa a partir de R$ 600*. A partir do sul, a viagem de ônibus de Porto Alegre a Buenos Aires pode valer mais a pena: são entre 20 a 22h de viagem, com preços a partir de R$ 490*. As empresas que fazem essas rotas entre Brasil e Argentina são geralmente FlechaBus e JBL.

passagem barata de onibus clickbus
Encontre os melhores preços de passagens de ônibus para Buenos Aires no ClickBus!

Como ir do Uruguai para Buenos Aires

Para quem gostaria de conhecer Uruguai e Argentina na mesma viagem, saiba que é possível chegar a Buenos Aires de barco a partir das cidades de Montevidéu e Colônia do Sacramento. Há duas empresas que fazem o trajeto: BuqueBus, mais conhecida, e a Colonia Express, geralmente mais em conta. 

Voos para Buenos Aires

Vai viajar de avião a Buenos Aires? O Aeroparque Jorge Newbery (AEP), apesar de menor, é muito bem localizado – você já desce do avião em um dos bairros mais turísticos de Buenos Aires. Contabilize isso no preço da passagem, já que ao chegar pelo aeroparque, você economiza tempo e dinheiro no traslado até sua hospedagem.

Já o Aeroporto Internacional Ministro Pistarini ou Ezeiza (EZE) é um dos maiores hubs da América do Sul e recebe voos das mais variadas cias aéreas, o que pode baratear o custo da passagem. Porém, é o mais distante e exige traslado para a área central. Gol, Latam, Azul e Aerolíneas Argentinas voam para ambos aeroportos.

Como se locomover em Buenos Aires

O transporte público em Buenos Aires funciona muito bem e é subsidiado pelo governo, o que o torna ainda mais barato. Você pode se locomover pela cidade de maneira fácil e sustentável de ônibus e metrô. Também considere alugar uma bicicleta: é uma delícia pedalar por lá. A cidade é quase toda plana, quase sempre com ciclovias, o que facilita o deslocamento em duas rodas. Caminhadas também são ótimas, tornando possível descobrir aquele cantinho especial fora dos roteiros tradicionais.

Puerto Madero Buenos Aires - turismo sustentável
Puerto Madero. Foto: Jade Knorre

Carro também é uma possibilidade, mas com essa oferta de transportes públicos, não recomendamos. Os estacionamentos são diários caros e os engarrafamentos frequentes. Se você for de carro, a dica é deixar durante a sua estadia em um dos estacionamentos subterrâneos Apart Car, presentes nas principais avenidas de Buenos Aires – são muito mais baratos que as garagens convencionais.

Táxi e aplicativos de carona também podem ser uma opção. Para uso no dia a dia, aplicativos como Uber e Cabify costumam funcionar bem e ter bons preços.

Turismo Sustentável🍃: Bicicleta é uma maneira deliciosa de vivenciar o charme de Buenos Aires enquanto você se exercita. Tudo isso sem emissão de carbono!

Quando ir à Buenos Aires

Em relação ao poder de compra do real, se tem um momento bom para viajar para a Argentina, é agora. O peso argentino está muito desvalorizado. Você encontra acomodações por cerca de R$ 70* reais a diária para um casal, restaurantes com pratos a partir de R$ 15* e vinhos (dos bons) a partir de R$ 7* nos mercados. Porém:

Turismo consciente 💡 Apesar do país estar relativamente barato para turistas estrangeiros, definitivamente não é uma boa notícia para os argentinos, que estão sofrendo com a hiperinflação e uma economia sem freios. Sejamos respeitosos e conscientes, contribuindo com gorjeta, evitando barganhar os preços. Estamos na América do Sul, no mesmo barco, e que já estivemos em um lugar muito próximo ao deles economicamente falando! Veja mais sobre moeda e câmbio abaixo.

Clima em Buenos Aires

Ao longo do ano, as temperaturas de Buenos Aires são muito similares à região sul do Brasil.

Buenos Aires no verão: No verão, o calor é intenso, mas é uma delícia se refrescar com os sorvetes artesanais argentinos e curtir os bares no final da tarde com bons drinks ou soda bem gelados.

Buenos Aires no inverno: O frio pode assustar, mas raramente neva na cidade. Essa época é perfeita para uma viagem mais aconchegante e gastronômica, provando todas as facturas possíveis (doces folhados, como as medialunas) com café ou chocolate quente, as massas e as famosas parrillas.

Buenos Aires na primavera e outono: Essas são ótimas épocas para conhecer a cidade, pois as temperaturas estão amenas tanto de dia quanto de noite.

Na minha opinião, a melhor época para ir para Buenos Aires é na primavera, quando o frio está indo embora, as pessoas estão animadas para curtir atrações e bares ao ar livre e já é possível aproveitar a cidade com roupas mais leves e de bike. As flores dão um charme especial aos parques, os dias costumam ser ensolarados e as noites mais fresquinhas e com vento, o que propicia programações mais aconchegantes também, com vinho e boa gastronomia.

Temperatura e clima em Buenos Aires
Clima em Buenos Aires durante cada mês do ano
Fonte: Climate Data

Dica da raposa🦊: Independentemente de quando visitar Buenos Aires, aprecie passeios a céu aberto, como o Parque Rosedal e o bairro La Boca, conheça museus, como o MALBA e o Centro Cultural Recoleta, e aprenda com os argentinos a curtir com leveza os finais de tarde e as noites numa programação gastronômica descolada, provando empanadas, pizzas (as melhores!), parrillas e bebendo algo nos diversos bares espalhados pela cidade.

Quantos dias ficar em Buenos Aires

Uma ótima ideia seria passar algum feriado em Buenos Aires, para aproveitar pelo menos 3 dias inteiros. Para curtir tudo com mais calma, desfrutando também de passeios fora do roteiro mais turístico e descobrindo suas próprias pérolas na capital argentina, fique uma semana.

Evite cair em golpes na Argentina

Aqui vão algumas dicas práticas de segurança!

  • Reserve sua hospedagem em sites confiáveis e fique alerta ao se deparar com preços extremamente baixos. É bem comum histórias sobre golpes, ou estafas como eles chamam, em relação à aluguel de casas por temporada.
  • É sempre válido levar cadeado para trancar mala no hostel.
  • Táxis podem aproveitar que você não conhece e dar umas voltas a mais para cobrar mais caro. Antes de entrar no carro, pergunte uma estimativa de preço. Vale ter o trajeto no mapa para mostrar que você sabe onde está indo. Para evitar esse tipo de golpe, vale também usar aplicativos de carona.
  • Apesar da região central e bairros mais turísticos terem policiamento – é bem comum ver policiais andando pelas ruas em Buenos Aires – vale a pena estar atento no dia a dia com batedores de carteira e furto de celulares.

Seguro viagem para Buenos Aires

Seguro viagem não é obrigatório para entrar na Argentina, mas é sempre recomendável fazê-lo. É importante ter um seguro ao qual recorrer no caso de algum problema de saúde, por exemplo, e também pode ser útil para o caso de furtos de equipamentos eletrônicos. Mesmo que não seja comum assaltos à mão armada, furtos podem acontecer.

Andar mexendo no celular na rua pode ser um risco, por exemplo – eu mesma vi um celular sendo furtado no carro da frente, quando a pessoa parada no sinal resolveu colocar o telefone para fora da janela para filmar o movimento da Avenida Corrientes e um pessoa de bike passou e pegou o telefone.

Com um bom seguro você terá cobertura e assistência em caso de emergências médicas, acidentes, ou imprevistos durante a viagem para Buenos Aires. Confira abaixo duas opções de seguro que recomendamos:

1. Dica de seguro para viagens com mais de 3 semanas de duração:

Atualmente nós utilizamos o seguro viagem da SafetyWing por conta do preço competitivo (no caso de viagens a longo prazo) e excelente cobertura, inclusive para a prática de esportes de aventura e roubo de equipamentos de eletrônicos. Veja mais informações sobre a apólice no site.

SafetyWing Seguro Viagem para buenos aires
SafetyWing – Melhor seguro para nômades digitais

2. Dica de seguro para viagens curtas:

Caso sua viagem seja curta, vale comparar alguns preços através da plataforma Seguros Promo. Nossos seguidores têm um cupom de desconto Seguros Promo de 15% válido em qualquer data, e caso o pagamento seja em PIX, você terá 5% de desconto adicional, ou seja, até 20% OFF.

Cupom desconto seguros promo - seguro viagem buenos aires argentina
Seguros Promo – Melhor seguro para uma viagem curta em Buenos Aires

A raposa alerta 🦊: Lembre-se de ler a apólice por completo para evitar surpresas. Cada indivíduo pode ter necessidades diferentes.

Tipos de câmbio em Buenos Aires

Quando se trata de moeda e câmbio na Argentina em viagens a turismo, há algumas considerações importantes. É recomendável fazer o câmbio de reais para pesos argentinos diretamente na Argentina, mas é fundamental ter cuidado ao escolher o local ideal para isso, já que existem dois tipos de câmbio: o oficial e o chamado “câmbio blue“, que é informal.

Algumas casas de câmbio em Buenos Aires, especialmente as localizadas em aeroportos, seguem o câmbio oficial com cotações desfavoráveis (quase a metade do valor pago pela conversão blue), enquanto espaços como as cuevas, que lidam com o câmbio blue, podem proporcionar taxas mais vantajosas.

Como fazer câmbio em Buenos Aires

Uma alternativa conveniente são os cartões de débito internacionais, como os oferecidos por Nomad e Wise. Estes são amplamente aceitos na Argentina, e o câmbio tarjeta garante uma cotação muito próxima ao câmbio blue. Uma terceira opção, e possivelmente a que mais valha a pena financeiramente, é fazer uma transação via Western Union (WU).

A questão é que WU demanda um pouco mais de tempo, pois você precisa baixar o app, definir o valor, fazer um pix e retirar o dinheiro em pesos em uma loja física. Há várias agências Western Union em Buenos Aires, porém há muita demanda por saque e você pode acabar ficando horas numa fila, ou às vezes ter que voltar no outro dia pois acabou a moeda. Então, vale a pena fazer Western Union? A cotação é ótima, mas depende do tempo e paciência que você tiver 😉.

Dica da Raposa 🦊: Tenha sempre um pouco de reais em mãos para trocar ao chegar no país. Nunca se sabe se o sistema WU vai funcionar, ou se o cartão será aceito, então esse valor pode ajudar. E ainda sobre câmbio em Buenos Aires: evite trocar dinheiro na rua. É bem comum em ruas movimentadas da capital argentina, como a Calle Florida, que pessoas ofereçam câmbio. Porém, muitas vezes são câmbios ilegais e podem inclusive entregar a você notas falsas. Atenção!

Compras em Buenos Aires

A desvalorização cambial do peso argentino frente ao real faz com que valha muito a pena comprar alguns durante a sua viagem à Buenos Aires, especialmente de produtos locais de altíssima qualidade, como roupas de lã e bebidas. As feiras de rua, como San Telmo e Matadeiros, oferecem artesanato, produtos em couro e lã pura, e produtos coloniais a ótimos preços. E para outlets de grandes marcas, prefira a região de Villa Crespo, próxima ao badalado bairro Palermo.

Vinhos você encontra a bons preços em supermercados mesmo – inclusive algumas redes têm descontos nos finais de semana -, ou em boutiques especializadas, onde geralmente tem alguma promoção e ainda explicam com muita propriedade os vinhos do país. A uva mais comum na Argentina é a Malbec, portanto, vinhos Malbec tendem a ser ótimos. Dentre tantas vinícolas, destacamos Bodega Catena Zapata (um vinho Angelica Zapata no Brasil pode custar cerca de R$ 400*, enquanto na Argentina custa cerca de R$ 70*), Rutini, Luigi Bosca, Nieto Serentiner, Norton, Finca las Moras…apenas para citar algumas.

A raposa responde 🦊: quantas garrafas de vinho podem ser levadas para o Brasil? A Receita Federal permite que viajantes tragam até 12 litros de bebida alcoólica em suas bagagens em viagens internacionais, o que significa 16 garrafas de 750ml. Atenção: em viagens aéreas internacionais, é preciso despachar essas garrafas, pois não é permitido líquidos de mais de 100ml na bagagem de cabine.

Onde se hospedar

Buenos Aires tem bairros e acomodações para todos os viajantes se sentirem em casa. Se você prefere estar perto das principais atrações, mas em um bairro menos agitados, Palermo Chico, Almagro, Belgrano, Villa Crespo e Retiro são ótimas pedidas. Para algo mais tradicional e chique, Cañitas ou Recoleta. Se você curte cafés descolados, bares de todos os tipos e agito especialmente à noite, Palermo Hollywood, Palermo Soho e San Telmo são para você.

Veja abaixo algumas opções de onde ficar em Buenos Aires:



Booking.com

O que levar na mala de viagem para Buenos Aires

Apesar de ser um passeio numa grande cidade, sempre é recomendável levar calçados confortáveis e roupas para todos os tipos de clima, especialmente na primavera e outono, quando você pode se deparar com as quatro estações em um só dia. Roupas leves e versáteis, como as da nossa parceira Columbia, não ocupam espaço na mala e permitem conforto enquanto você passeia. Bora pra lista?

Dica da Raposa 🦊: A Columbia Sportswear é nossa parceira inseparável de aventuras, pela sua alta qualidade e tecnologias inovadoras. Por isso, ela é nossa recomendação para te acompanhar nas suas viagens também. Nossos leitores têm 10% OFF nas compras pelo nosso link de afiliado. Garanta agora seu cupom de desconto Columbia!

Cupom roupa de trilha Columbia Sportswear Brasil

Turismo sustentável

Em relação a práticas ambientais, pode-se dizer que na região mais central de Buenos Aires há separação de lixo, por exemplo. E em muitos restaurantes você pode pedir água da casa ou pedir para encher sua garrafinha reutilizável, ao invés de comprar mais uma garrafa plástica. Aliás, os argentinos adoram água com gás, a soda, como ele chamam, então pode ser que você encontre água com gás servida diretamente de pequenos sifões reutilizáveis, muito bacana!

Para conhecer melhor a cidade, a dica são os free walking tours. Geralmente guiados por pessoas locais, os tours enriquecem muito a viagem e mostram muito além dos pontos turísticos mais tradicionais. Um tour bem fora do comum e super bacana é o Tour feminista em Buenos Aires. Os passeios são em espanhol e inglês e acontecem poucas vezes na semana, então vale prestar atenção nas datas divulgadas pelo instagram.

Turismo LGBTQIA+🏳️‍🌈

Você sabia que Buenos Aires é frequentemente listada como uma das capitais mais LGBT friendly do mundo? Além da lei nacional que aprovou o casamento igualitário em 2010, a cidade é vista como um local acolhedor para pessoas LGBTQIA+ por seus espaços dedicados à comunidade LGBT e por seus diversos eventos inclusivos.

Perguntas frequentes

Quando ir a Buenos Aires?

A cidade é bela o ano todo. No inverno, em função do frio, o charme toma conta e convida para passeios mais aconchegantes e um roteiro gastronômico; no verão, com o calor e os dias mais longos, convém aproveitar para passear de bicicleta e curtir a atmosfera boêmia da cidade nos finais de tarde; no outono e primavera, espere manhãs e noites mais frescas, e dias ótimos para fazer passeios em Buenos Aires.

Buenos Aires é segura?

Sim, especialmente a região mais turística. É comum ver policiais pelas ruas de Buenos Aires, por exemplo. Porém, como em qualquer grande cidade, vale ficar de olho nos seus pertences, não deixar o celular ou a carteira em cima da mesa e evitar caminhar desacompanhado em ruas pouco movimentadas, especialmente à noite.

Qual o melhor aeroporto para chegar em Buenos Aires?

Em relação a distância, o melhor aeroporto para chegar em Buenos Aires é o Aeroparque Jorge Newbery (AEP), a 2km do centro, no bairro Palermo. Porém pode ser que você encontre passagens aéreas mais baratas para o Aeroporto Internacional Ministro Pistarini (EZE), um dos maiores e mais modernos da América Latina, localizado a 30 km do centro de Buenos Aires.

É possível entrar em Buenos Aires sem passaporte?

Sim! É possível entrar na Argentina apenas com o seu RG, devido ao acordo do Mercosul. Vale destacar que o RG deve estar atualizado, idealmente não pode ter mais de 10 anos.

Viajar para Buenos Aires no verão, vale a pena?

Vale a pena viajar para Buenos Aires no verão! Claro, tenha em mente que é uma cidade grande e muito quente nessa época. Para espantar o calor, você pode fazer passeios alternativos, como ir a Tigre, cidade próxima e com rio, ou ir a museus e se refrecar com o ar-condicionado. A noite durante o verão em Buenos Aires é uma delícia! Com uma cultura boêmia, a cidade ferve à noite. Os bares tomam conta das calçadas e o clima de confraternização é muito legal.

🦊 Raposa sincerona informa:

*Todos os valores informados neste artigo foram coletados em fevereiro de 2024 e podem ter acréscimo de impostos e sofrer alterações a qualquer momento.
** Este post contém links de afiliado, isso significa que ao comprar algum produto/serviço após clicar em nossos links, o LMTM ganha uma comissão que nos ajuda a manter conteúdos gratuitos para todas as raposas viajantes do mundo ✌🏽🦊 .

Leia também: