Tudo o que você precisa para planejar sua viagem para a capital acreana: Como chegar, o que fazer em Rio Branco, onde comer e mais.

Rio Branco é um destino obrigatório para aqueles que amam visitar lugares históricos. Você sabia que o Acre lutou pra pertencer ao Brasil? Ou que o ciclo da borracha trouxe diversos problemas para os indígenas e que nordestinos foram enganados para se tornarem escravos na região? Foi viajando para a capital do Acre e escolhendo a dedo o que fazer em Rio Branco que eu pude aprender sobre tudo isso.

Cheio de cultura e personalidade, a cidade vai te surpreender com a culinária regional, pontos turísticos e hospitalidade. Vale a pena visitar e quando for, não se esqueça de ajustar o seu relógio, já que são duas horas a menos do que o horário de Brasília.

Neste guia completo vamos compartilhar contigo tudo o que você precisa para que sua viagem seja inesquecível: Vamos te mostrar onde fica Rio Branco, como chegar, como se locomover na cidade, onde comer, as principais atrações, o que fazer à noite e muito mais. Vamos lá?!

Onde fica Rio Branco

O município de Rio Branco fica localizado no Acre, na região norte do Brasil.

Veja onde fica Rio Branco no mapa:

Como chegar em Rio Branco

A melhor maneira de chegar em Rio Branco é pelo Aeroporto Internacional de Rio Branco – Plácido de Castro (RBR).

Como chegar em Rio Branco Acre - Aeroporto
Aeroporto de Rio Branco no Acre
Foto: Elaine Villatoro

Como chegar em Rio Branco saindo de São Paulo: são 4 horas de voo direto da LATAM saindo do Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU). A Gol opera esse trecho dos aeroportos GRU, Congonhas (CGH) e Viracopos (VCP), com escala geralmente em Brasília e duração de aproximadamente 6 horas no total.

Como chegar em Rio Branco saindo do Rio de Janeiro: a viagem tem ao menos uma escala, levando no mínimo 6 horas até Rio Branco. Você pode voar do Aeroporto Galeão (GIG) ou Aeroporto de Santos Dumont (SDU).

Como se locomover na capital acreana

As opções de transporte em Rio Branco são ônibus municipal e aplicativos como Uber e 99 Táxi, sendo este último o mais utilizado.

Para ir do Aeroporto para o centro de Rio Branco de ônibus use a Linha 304, o trajeto leva cerca de 1h.

Para transporte intermunicipal, as opções são a Trans Acreana e o táxi lotação.

As principais rodovias para Rio Branco são identificadas com “AC” – Sigla do estado e o número da rodovia. São elas:

  • AC-010: Da cidade de Rio Branco ao município de Porto Acre.
  • AC-040: De Rio Branco ao município Plácido de Castro, fronteira com a Bolívia.
  • AC-400: Liga a BR-317 à BR-364.
  • AC-401: Conecta os municípios de Pláscido de Castro e Acrelândia.
  • AC-475: Conecta o município de Plácido de Castro, na fronteira com a Bolívia, à Rodovia BR-364 que leva até Cruzeiro do Sul.

Quando ir

Os melhores meses para visitar Rio Branco são de Maio a Outubro, na época de seca (poucas chuvas).
Uma curiosidade sobre o clima é que o verão é chamado de inverno na região da Amazônia, isso porque quando chove fica mais frio.

Quantos dias ficar em Rio Branco

Se você quer conhecer apenas a parte histórica, precisa de pelo menos 2 dias para fazer o city tour e conhecer um pouco da cidade. Para desfrutar mais a cultura local, conhecer restaurantes, visitar museus e fazer um passeio de balão, por exemplo, recomendo 4 dias completos. Deseja aproveitar para conhecer as cidades próximas de Rio Branco? 7 dias são o ideal para aproveitar bem sua viagem.

Onde se hospedar

Tivemos a oportunidade de conhecer 2 hospedagens em Rio Branco:

Villa Rio Branco Hotel Concept

Com excelente localização na Gameleira, o Villa Rio Branco Hotel Concept, fica próximo a algumas atrações turísticas, sendo possível ir a pé ao Mercado Velho. O aeroporto fica a 21km.

Villa Rio Branco Hotel
Quarto no hotel Villa Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Os quartos comportam de uma a três pessoas, são espaçosos, confortáveis e limpos. Equipados com banheiro privativo, tv de tela plana, frigobar, roupas de cama e banho, além de vista para piscina.

A infraestrutura do hotel conta com piscina ao ar livre, recepção 24 horas, wi-fi. Serve café da manhã continental e buffet.

Endereço: R. Cunha Matos, 393 – Seis de Agosto

Jardins Guesthouse

Localizado a 15km do Aeroporto de Rio Branco, o Jardins Guesthouse possui quartos privativos e compartilhados. Mesmo próximo ao aeroporto e outras atrações turísticas, será necessário usar o carro para se locomover.

Hotel em Rio Branco Acre
Piscina do Jardins Guesthouse – Hospedagem em Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Um dos diferenciais de se hospedar no Jardins Guesthouse é o intercâmbio cultural que pode acontecer, já que muitos indígenas também se hospedam aqui.

A estrutura conta com lounge compartilhado, jardins, a piscina da foto acima, estacionamento privativo gratuito e terraço.

Endereço: Estr. da Floresta, 2981 – casa

Outros hotéis em Rio Branco, Acre:



Booking.com

Onde comer

Como culinária fala muito sobre a história e cultura de um povo, não poderia faltar nesse artigo informações e sugestões de onde comer em Rio Branco:

Pra começar vamos falar do Jarude – que já considero meu restaurante árabe favorito no Brasil, num ambiente decorado e agradável eles servem a esfiha de zaatar com coalhada que é divina. Outro destaque em Rio Branco é o Jannu’s Bistrô, me deliciei com o bolo de macaxeira com sorvete de cumaru de cheiro que certamente é algo que ainda quero comer de novo nesta vida. La Cave, perfeito para os amantes de vinho, recomendo o carpaccio de pera.

Onde comer em Rio Branco Acre
Bolo de macaxeira com sorvete de cumaru de cheiro do Jannu’s Bistrô
Foto: Elaine Villatoro

Para carnívoros e vegetarianos o Restaurante e Buffet de Pão de Queijo é uma escolha acertada. Quer um ambiente descontraído? Confira a Casa do Rio. No Onofre, sugiro experimentar a costelinha de porco com um teriyaki de cupuaçu. O restaurante Manto Verde serve um peixe da região muito saboroso, tambaqui sem espinhas.

Para se refrescar no calor, duas deliciosas opções: a sorveteria H Gelatos Sorvetes tem diversas opções de sorvetes com frutas típicas da região como: abacaba, patuá, buriti, e a confeitaria e café Doce Deleite onde pode tomar um delicioso milk shake.

Pontos turísticos de Rio Branco

Confira abaixo quais são os pontos turísticos de Rio Branco:

Novo Mercado Velho

O Novo Mercado Velho em Rio Branco, apesar de chamado assim, foi construído em 1929. Passou por uma revitalização em 2006 e foi considerado “novo” mais uma vez. Ele foi o primeiro prédio público da cidade construído em alvenaria.

Além de ser um fotogênico ícone da cidade, lá você encontra restaurantes, souvenirs e lojas de medicinas naturais como a Casa Lessa.

No fim do dia, é na frente do mercado que muita gente faz uma pausa para curtir uma cerveja gelada.

Endereço: Av. Epaminondas Jácome Centro, 2813

Horário de funcionamento: As lojas funcionam das 8h às 18h, mas o restaurante e o banheiro do mercado ficam abertos até 00h.

Calçadão da Gameleira

O Calçadão da Gameleira é parte importante da história de Rio Branco. Foi a gameleira que chamou a atenção de Neutel Maia quando este navegava o rio Acre em busca de um lugar para construir um seringal. A partir daqui formou-se a primeira rua da cidade.

Calçadão da Gameleira um dos pontos turísticos de Rio Branco Acre
Calçadão da Gameleira em Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Além de conhecer a Gameleira, árvore centenária que dá nome ao ponto turístico, lá você encontra lanchonetes, bares e música.

Endereço: R. Sen. Eduardo Assmar, 1221

Palácio Rio Branco

Localizado no centro de Rio Branco, o Palácio Rio Branco foi construído com intenção de inovar e modernizar a arquitetura na cidade.

O que fazer em Rio Branco - Palácio
Palácio Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Além de Sede do Governo Estadual do Acre, abriga também um Museu com acervo e memórias.

Obs: O museu está temporariamente fechado.

Endereço: Av. Getúlio Vargas, s/n

Memorial dos Autonomistas

O Memorial dos Autonomistas, é um lugar que abriga a história e cultura acreana, lá você encontra exposições, visitas guiadas, assistir a shows ou apresentações no Theatro Hélio Melo.

Memorial dos Autonomistas
Memorial dos Autonomistas
Foto: Elaine Villatoro

O nome do Memorial é uma homenagem ao movimento que emancipou o Acre como Estado Brasileiro.

Endereço: Av. Getúlio Vargas, 309

Horário de funcionamento: 08h às 18h Segunda a Sexta

Praça da Revolução

Considerado coração de Rio Branco, a Praça da Revolução (também conhecida como Praça Plácido de Castro) é a principal da cidade. Há um monumento de 12 metros de altura homenageando heróis anônimos da cidade.

Parque Capitão Ciríaco

O Parque Capitão Ciríaco é um parque de proteção ambiental com mata nativa amazônica, com plantas frutíferas e até mesmo seringueiras. Conhecido por ser o maior parque de seringal urbano do mundo.

Parque Capitão Ciríaco
Parque Capitão Ciríaco
Foto: Tássio Fúria

Uma ótima oportunidade para aprender sobre a extração de látex, parte importante da história e cultura da cidade. Mostrei as ferramentas que eles usavam nesse processo nos stories do instagram, veja aqui.

Esse espaço pertenceu ao Capitão Ciríaco, Joaquim de Oliveira, um dos integrantes do grupo que promoveu a revolução acreana. As construções dentro do parque retratam a arquitetura tradicional do Acre.

Endereço: Rua Parreira Passos, 225 – Seis de Agosto

Horário de funcionamento: O parque abre todos os dias das 08h às 17h, já as salas de exposição estão abertas de segunda a sexta. Você pode acompanhar eventos e novidades pelo perfil do Instagram.

Horto Florestal de Rio Branco

Se busca por um lugar para se conectar com a natureza mesmo dentro da cidade, o Horto Florestal de Rio Branco possui mata nativa, espaços de lazer e trilhas.

Horto Florestal de Rio Branco
Horto Florestal de Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Obs: Ouvi comentários de locais dizendo que o policiamento no local foi aprimorado nos últimos tempos, de qualquer forma, é um lugar que eu particularmente iria apenas durante o dia.

Endereço: Av. Antônio da Rocha Viana – Horto Florestal

Horário de funcionamento: Todos os dias das 05h às 20h.

Parque da Maternidade

Localizado no centro de Rio Branco, o parque conta com quiosques, quadras de esportes e área de lazer para adultos e crianças.

Dentro do Parque da Maternidade você também encontra a Casa dos Povos da Floresta, a Casa do Artesão e a Biblioteca dos Povos da Floresta, porém esses atrativos estão em estado de recuperação.

Catedral Nossa Senhora de Nazaré

A arquitetura da Catedral Nossa Senhora de Nazaré foi inspirada em uma igreja de Roma, ela é parte importante da história e cultura católica de Rio Branco.

Curiosidade: Dentro da Catedral você encontra o quadro da Nossa Senhora da Seringueira, uma imagem da Virgem Maria segurando o menino Jesus em uma mão e um ramo de seringueira na outra.

Contam que esse quadro foi pintado por um índio boliviano que acreditava ter visto Nossa Senhora.
O quadro foi trazido ao Brasil durante a Revolução Acreana pelos Bolivianos, com o objetivo de esconder atrás dele quem iria atirar no povo acreano. Plácido de Castro desconfiou da falsa procissão armada pelos bolivianos e atirou pela tela. Mesmo não existindo documentos que comprovem a história, é possível notar marcas da bala que atravessou o quadro.

Endereço: Praça da Catedral, 8 – Centro

Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e 14:30 às 20h. Sábado das 7h às 12:30h e domingo, das 6h às 9h e das 16h ás 21h.

Cupom de desconto World Nomads

O que fazer em Rio Branco

Eu achava que não haveria muito o que fazer em Rio Branco, por fim, me enganei 😅. Veja só o que pode ser adicionado ao seu roteiro:

City Tour

Já vou começar com a dica mais importante desse artigo: se você vai viajar para Rio Branco não deixe de contratar um guia de turismo para fazer um city tour com você por meio período ou um dia completo.

Durante o City Tour que fiz com o guia Tássio Fúria pude aprender muito sobre a história do Acre e o dia a dia de quem vive em sua capital enquanto visitava atrativos da cidade, como o Mercado Velho, Parque Capitão Ciríaco e Mercado Municipal Elias Mansur.

Para que tenha uma ideia de valores, um tour de 3 horas apenas pelo centro histórico custa R$100*.

Obs: O valor mencionados não inclui o transporte do hotel ao ponto de início do passeio.

Museu da Borracha

O Museu da Borracha foi fundado em 5 de novembro de 1978, contando a história dos ciclos da borracha, como era o trabalho e dia a dia dos seringueiros, além da chegada dos nordestinos ao Acre.

A entrada é gratuita e você pode tirar suas dúvidas com um guia do museu.

Museu da Borracha
Museu da Borracha – Um dos principais pontos turísticos de Rio Branco
Foto: Elaine Villatoro

Dicas da Raposa 🦊:
Para ter um contexto histórico e cultural da região, comece sua viagem em Rio Branco por aqui. Assim terá mais informação e poderá aproveitar melhor as outras atrações culturais.

Endereço: Av. Ceará, 1144 – Centro

Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Mercado Municipal Elias Mansur

Se você quer experimentar frutas típicas da região, comprar ervas, verduras e comidas regionais e o Mercado Municipal Elias Mansur é seu lugar. Vale a pena conferir.

Mercado Municipal Elias Mansur
Vendedora no Mercado Municipal Elias Mansur
Foto: Elaine Villatoro

Endereço: R. Sergipe, 40 – Centro

Horário de funcionamento: Todos os dias, das 5h às 17h.

Observar botos da Passarela Joaquim Macedo

A Passarela Joaquim Macedo é uma ponte estaiada que atravessa o Rio Acre, é um passeio que indico fazer sem pressa para observar os botos. Se você me acompanha no instagram, viu que consegui encontrar um passando por ali.

Passeio de balão

Para os mais aventureiros e que querem ver Rio Branco de uma perspectiva totalmente diferente, o Passeio de Balão a ar quente é uma ótima dica.

Voo de balão Rio Branco Acre
Voo de balão em Rio Branco, Acre
Foto: Eme Amazônia

O passeio dura cerca de 40 minutos e entre as rotas pode sobrevoar parte da Amazônia e geoglifos (grandes figuras feitas no solo por povos antigos). Após a descida é servido o café da manhã ou piquenique.

O valor para 1 pessoa em grupo mínimo de 3 e máximo 8 pessoas e piloto fica em R$990, cada. Peso médio 75kg por pessoa.

Saiba mais sobre o passeio de balão aqui.

Visitar aldeias indígenas

Se quer viver uma imersão na cultura indígena você pode visitar as aldeias indígenas da região e passar alguns dias aprendendo e vivendo um pouco a realidade desses povos e da floresta.

As vivências podem durar até 8 dias e além de colaborarem para o sustento de muitas famílias indígenas, proporciona um momento único de reflexão e transformação pessoal.

Passar um sábado ou domingo à tarde no Restaurante Manto Verde

Com estrutura de restaurante e pesqueiro, o Restaurante Manto Verde é um ótimo lugar para descansar, pescar e comer moqueca ou peixes típicos da região.

Restaurante Manto Verde
Peixe sem espinhas no Restaurante Manto Verde
Foto: Elaine Villatoro

Vale a pena passar um sábado ou domingo à tarde aproveitando a tranquilidade que esse lugar tem a oferecer. Mais informações no instagram do restaurante, aqui.

Endereço: Estr. do Amapá, 5097 – Amapa

Horário de funcionamento: Sexta das 11h às 15:30h, sábado e domingo das 11h às 17h.

Voluntariado

Para os mochileiros ou pessoas buscando experiências diferentes de viagem, o voluntariado é uma oportunidade.

Graças ao voluntariado, você pode trocar algumas horas do seu tempo e habilidades por hospedagem e até mesmo refeições e outros benefícios.

Elaine fazendo voluntariado com a Worldpackers

A Worldpackers é uma plataforma que reúne viajantes com disponibilidade para essa troca com anfitriões prontos para acolher, facilitando essa forma de viajar.

Em Rio Branco, você pode se voluntariar no Hostel Vivacre e colaborar na recepção.

Comprar souvenir no Espaço Kaxinawá

O Espaço Kaxinawá é onde você encontrará ótimos souvenirs e lembranças da viagem como: cestos, redes e artesanatos feitos por indígenas.

O que fazer em Rio Branco - Espaco Kaxinawa
Espaço Kaxinawá
Foto: Elaine Villatoro

Eu particularmente achei os preços ótimos, cheguei a adquirir cestos artesanais de R$20* a R$35* cada.

Endereço: R. Rui Barbosa, 17 – Centro

Horário de funcionamento: De segunda a sexta das 8h às 16h.

Via Verde Shopping

Não sabe o que fazer em Rio Branco com chuva? Além dos museus, você pode pegar um cineminha ou levar as crianças para aproveitar as atividades de lazer do Via Verde Shopping.

O shopping conta com facilidades como banco, farmácia, lotérica e até mesmo salão de beleza, além de grande variedade de lojas, opções de alimentação, cinema e parque indoor.

Via Verde Shopping em Rio Branco Acre
Via Verde Shopping
Foto: Elaine Villatoro

Endereço: Estr. da Floresta, 2320 – Floresta Sul

Horário de funcionamento: De segunda a sábado das 10h às 22h e domingo das 11h às 23h .

O que fazer em Rio Branco à noite

Confira algumas opções de o que fazer em Rio Branco à noite:

Vila Rio Food Park

Vila Rio Food Park é a maior praça de alimentação do Acre, as opções de comida são muitas! Você encontra hambúrgueres, churrasco, esfihas, comida japonesa, vai ser difícil escolher uma só!

Vila Rio Food Park - O que fazer em Rio Branco a noite
Vila Rio Food Park – Uma das coisas para fazer em Rio Branco à noite
Foto: Elaine Villatoro

É aqui que fica o Onofre, mencionado na seção “onde comer em Rio Branco“, e a Freguesia Hamburgueria.

O Food Park funciona de terça a domingo, das 18h às 23h e conta com música ao vivo. Para saber a programação, veja aqui.

Endereço: Jardim de Alah, Rio Branco

Horário de funcionamento: De terça a domingo das 18h às 23h.

Centro de Rio Branco

O que fazer em Rio Branco a noite

Uma outra coisa muito legal pra fazer em Rio Branco à noite é ir na praça onde fica o Novo Mercado Velho. Ali na frente e na continuação da rua tem vários bares e restaurantes onde você pode curtir música ao vivo e tomar uma cerveja gelada.

Ali também rola uma feirinha com gastronomia local, que é perfeito pra quem, assim como eu, gosta de street food. É uma experiência totalmente diferente da visita durante o dia.

O que fazer nas cidades próximas a Rio Branco

Dentro do seu roteiro de viagem para Rio Branco no Acre você também pode inserir atividades nas cidades vizinhas:

Xapuri

Há 187km de distância de Rio Branco, a cidade de Xapuri foi onde nasceu a revolução acreana, inclusive é cidade natal do ambientalista e seringueiro Chico Mendes.

As principais atrações turísticas de Xapuri são: Museu Casa de Chico Mendes, onde é possível visitar onde ele vivia. Reserva Extrativista de Chico Mendes, um espaço de conservação da nossa floresta amazônica que conta com a Trilha Chico Mendes – considerada uma das mais interessantes do mundo. Museu Casa Branca, sobre a história da revolução acreana e seringueiros da região.

Lago do Amapá

Para amantes de natureza, o Lago do Amapá, pode ser visitado após 4,5km de trilha dentro da Área de Proteção Ambiental do Lago do Amapá. A trilha é de fácil acesso e pode ser feita sem grandes dificuldades por crianças, adultos e idosos. A Destino Acre organiza esse tour aos domingos para grupos de até 10 pessoas, o valor é de R$50* por pessoa com lanche incluso. Duração de aproximadamente 3 horas.

Outra dica é fazer passeio de caiaque junto a Destino Acre aos sábados, em grupos de até 5 pessoas. O passeio dura em média 3 horas e custa R$150* por pessoa incluso instrução, equipamento de segurança, lanche e seguro saúde.

Obs: Os valores mencionados não incluem o transporte do hotel ao ponto de início do passeio.

Geoglifos

Geoglifos são desenhos formados por escavações nas terras, representam formatos geométricos, as estruturas são tão grandes que só podem ser vistas completamente do alto.

Geoglifos no Acre - um dos atrativos de Rio Branco
Geoglifos avistados em passeio de balão no Acre
Foto: Eme Amazônia

São herança de antigos povoados da região, sua função, data de criação e como foram feitos ainda é um mistério, o que torna ainda mais curioso conhecer essas formações.

Observação de aves no Parque Estadual Chandless

O Parque Estadual Chandless, localizado nos municípios de Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Sena Madureira, é uma enorme reserva ambiental sendo o segundo maior parque da região norte.

O local tem atraído os amantes de pássaros porque é possível encontrar aves mais raras e é recomendado contratar guia local especializado em aves para ter uma melhor experiência.

O parque possui página do Facebook, saiba mais aqui.

Marcas acreanas que você precisa conhecer

Existem algumas marcas regionais que só temos oportunidade de conhecer durante viagens, separei algumas marcas acreanas que merecem destaque para você conhecer durante sua estadia em Rio Branco:

  • Made in Acre: A marca coloca toda personalidade acreana nas suas roupas. Você pode comprar online ou conhecer o espaço físico deles.
  • Use Papa Acre: Todo orgulho de ser acreano é representado pela marca Use PAPA em suas peças.
  • Amazônida: Para quem curte slow fashion, a marca é sustentável e usa matérias primas orgânicas na composição de suas bolsas.

O que levar

  • Calçados confortáveis para caminhar pela cidade
  • Boné ou Chapéu
  • Protetor solar e repelente (de preferência biodegradável)
  • Talheres, copo e garrafa reutilizável
Cupom de desconto Columbia Sportswear

Perguntas Frequentes

Por que Rio Branco recebeu esse nome?

Rio Branco, capital do Acre, recebeu esse nome em 1912 em homenagem ao Barão de Rio Branco.

Quem foi Rio Branco?

Barão de Rio Branco foi responsável pela regularização das fronteiras e muito importante no processo de fazer do Acre um estado do Brasil.

Quem nasce em Rio Branco é?

Quem nasce em Rio Branco é chamado de Rio-Branquense.

Quantos habitantes tem em Rio Branco, Acre?

A população estimada pelo IBGE em 2021 é de 419.452 pessoas.

Qual a temperatura em Rio Branco, Acre?

Rio Branco tem clima tropical, a temperatura média ao longo do ano é de 25,5ºC.
As chuvas são mais intensas no verão, conforme os dados do climate-data.org:


O que fazer em Rio Branco, Acre?

Há muito o que fazer em Rio Branco, faça chuva ou faça sol, de dia ou de noite. Aqui vão alguns exemplos: Museu da Borracha, Mercado Velho, Parque Capitão Ciríaco, leia mais

Já que muitos de nós não aprendemos muito sobre o Acre na escola, que a gente aprenda visitando, não é mesmo?!

* Os valores mencionados foram coletados em janeiro de 2022 apenas para referência e estão sujeitos a alteração.

Agradecimento: Durante toda essa viagem, contamos com o apoio da Secretaria de Turismo e Empreendedorismo do Acre. As hospedagens no Villa Rio Branco e Jardins Guesthouse foram cortesias, assim como as refeições no Onofre, Jarude, Jannu’s Bistrô, Manto Verde, entre outros. Mas pode ficar tranquilo pois todas as opiniões expressadas aqui são sinceras e baseadas em nossa experiência. Aproveito para agradecer também a Thaly do Destino Acre, que nos ajudou revisando o texto.

Tem alguma dúvida, sugestão ou quem sabe um elogio rs? Deixe aqui seu comentário. Seu feedback é sempre importante pra gente! 😊

Quer acessar esse conteúdo novamente em outro momento? Salve o pin abaixo.

Leia também:

Agora que você já sabe onde fica Rio Branco, o que fazer, os principais pontos turísticos e tantas outras dicas para sua viagem, aqui vão outros textos que podem interessar: