Guia completo com o que fazer em Maresias, como chegar, quando ir, dicas de praias, hospedagens e muito mais!

Maresias é um bairro que faz parte do município de São Sebastião, e a Praia de Maresias é uma das praias mais belas e agitadas do litoral norte de São Paulo. Embora seja conhecida mundialmente pelos campeonatos de surfe e vida noturna ativa, engana-se quem acredita que só de praia e balada vive esse destino.

Seu nome vem da palavra indígena Parnamiuma, que significa “onda grande que bate na pedra”. Sendo assim, quando a onda bate na pedra faz-se maresia, lindo não?

De um lado mata e do outro mar, você sabia que a cidade de São Sebastião conta com mais de 30 praias e possui 70% de seu território dentro do Parque Estadual da Serra do Mar? Cercada pela Mata Atlântica, Maresias trás o acesso a diversidade ecológica através de trilhas, cachoeiras e formações naturais.

Se você já visitou Maresias, prepare-se para conhecer a Maresias que você nunca viu! Caso não tenha visitado ainda, você se deu bem, porque vai aproveitar muito mais esse destino depois que terminar de ler esse post. Aqui vamos te dar dicas com o que fazer em Maresias, como chegar, quando visitar, onde se hospedar, vamos te contar um pouco sobre as praias da região, e muito mais!

Onde fica Maresias? 

Maresias fica a 160km de São Paulo, 100km de Ubatuba, e está localizada a 25km do centro de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. Não trata-se de uma cidade, e sim um bairro.

Onde fica Maresias no mapa

Onde fica Maresias no mapa - Foto da localização da praia de Maresias no Google Maps
Mapa da Praia de Maresias
Fonte: Google Maps

Como chegar em Maresias?

Aeroporto

Não há oferta de aeroportos próximos à Maresias, porém se você for de outro estado os principais aeroportos para chegar no destino são: o Aeroporto de São José dos Campos (SJK), a 134 km; Aeroporto de Guarulhos (GRU), distante 152 km; e o Aeroporto de Congonhas (CGH), distante 174 km.

A partir de qualquer um deles será necessário se deslocar até a cidade de São Sebastião por via terrestre. Você pode alugar um carro ou pegar um ônibus.

Dica LMTM: No aeroporto de Guarulhos, tem uma linha do Pássaro Marrom que deixa direto na praia de Maresias.

Como chegar em Maresias de ônibus

Existem várias rotas para Maresias e São Sebastião: Saindo de São Paulo, o jeito mais fácil de chegar em Maresias é partindo da estação Tietê com ônibus da empresa Pássaro Marrom. Mas atente-se ao selecionar a opção São Sebastião – Maresias,  essa linha passa na avenida da praia, já as demais deixam no centro de São Sebastião.

Dependendo do seu local de partida, pode ser que não localize o destino Maresias na plataforma de busca por passagens rodoviárias. Se for assim, é só você buscar por São Sebastião que fica a 27 km de Maresias e depois pegar um ônibus local, ou um taxi/Uber. 



Como chegar em Maresias de carro

Para os moradores da capital, são menos de 200km, apenas cerca de 3 horas de carro para chegar nessa região do litoral paulista, tornando-se um destino muito procurado por quem gosta de praia em finais de semana e feriados prolongados.

O acesso da capital ou Guarulhos para Maresias pode ser feito através das rodovias Presidente Dutra ou Ayrton Senna, porém o principal acesso ao Litoral Norte de São Paulo é pela Rodovia dos Tamoios que liga São José dos Campos a Caraguatatuba.

As estradas são excelentes e a viagem de carro é bem tranquila, com exceção dos feridos, quando engarrafamentos costumam ser quilométricos e a viagem pode durar longas horas.

Uma alternativa caso o trânsito esteja intenso é a Rodovia Mogi-Bertioga (SP-098) e seguir pela Rio-Santos, que passa pelo litoral paulista. Apesar do caminho ser mais longo, existem trechos bem bonitos. Importante dizer que todas as estradas tem muitos radares e pedágios. Fique atento (a)!

Como circular em Maresias

Se você ficar perto do centro, é bem tranquilo de fazer tudo a pé. Mas se ficar mais próximo ao Canto do Moreira (extremo lado direito da praia) é preciso utilizar um carro, transfer, ônibus ou bicicleta.

Vale lembrar que não tem Uber na região, portanto não conte com esta alternativa. Se precisar, veja com sua hospedagem se eles podem compartilhar alguma indicação de transfer ou agende um transfer diretamente com a MaresiasTur.

Quando ir para Maresias? 

Maresias é um destino de praia bom para visitar durante todo o ano, mas vamos detalhar abaixo um pouco mais de informações sobre o clima e temporadas:

O clima de Maresias

A região tem clima ameno e é ideal para quem não gosta de calor ou frio extremos. O mês mais quente do ano é Janeiro, com uma temperatura média de 26 °C , no entanto, o período é também o mais chuvoso, com média de 239 mm. Mas nada que atrapalhe o movimento de turistas na região. 

Clima de Maresias: Imagem da previsão de temperatura durante todo o ano na Praia de Maresias. Fonte: Climate-data.org
Previsão de temperatura em Maresias durante todo o ano
Fonte: Climate-data.org


Alta Temporada

Se você está em busca de muita badalação o ideal é ir na alta temporada que é marcada pelos meses de verão, férias e todos os feriados prolongados ao longo do ano. Vale lembrar que a praia fica bem cheia, especialmente nas entradas 1 e 10. Você vai encontrar uma vida noturna bem agitada com festas praticamente quase todos os dias nos bares e casas noturnas.

Porém, se você for na alta temporada e mesmo assim querer um lugar mais tranquilo para passar o dia na praia, uma dica é ir para o Canto do Moreira que é bem mais reservado e é possível que consiga encontrar um pouco mais de privacidade.

Se for viajar entre Ano Novo e Carnaval é importante se organizar com antecedência especialmente para evitar o trânsito e altos preços de hospedagem pois a praia opera com força total e recebe um enorme número de turistas.

foto de duas pessoas na praia no canto do moreira em maresias
Canto do Moreira
Foto: Marcela Moreira


Baixa Temporada

Na baixa temporada você encontra praias mais vazias, estradas mais tranquilas e os preços das hospedagens mais baratos. Se viu que vai dar Sol, é só descer pro litoral pois coisas para fazer em Maresias não vão faltar!

Temporada de Surf em Maresias

Se você é do surf, Maresias é sempre uma boa pedida! Mas, é durante o inverno que se reúnem os maiores big riders do país com muita disposição para as ondas gigantes. E você pode se surpreender com o inverno em Maresias, pois existem várias semanas nos meses de junho à agosto com temperaturas que podem bater os 30 graus. Chuva pode acontecer, é claro, mas não é algo comum nesta época do ano.

Quantos dias ficar em Maresias?

Depende do seu tempo e o que se propõe a fazer. Se é mais da praia e balada, um fim de semana é suficiente. Porém, se quer conhecer a região com mais tranquilidade e visitar lugares incríveis e pouco conhecidos que mostraremos abaixo, você pode ficar uns 7 dias, e não repetir nenhuma atividade.

As Praias de Maresias e região

Embora Maresias seja a grande atração de São Sebastião, a cidade e suas imediações possuem mais de 100 km de litoral, o que garante outras alternativas para quem gosta de explorar outras praias.

Entre o centro e as vilas de pescadores ao redor, não faltam opções para quem procura sossego, diversão, esportes radicais, sombra e água fresca. Confira algumas opções de praias abaixo:

Praia de Maresias

Praia de Maresias SP Litoral Norte
Praia de Maresias – SP
Foto: Elaine Villatoro

A praia possui cerca de 5 km, um mar azul e agitado por ondas! O canto esquerdo é chamado de Canto da Barra, e o direito, Canto do Moreira que tem piscinas naturais e é para quem quer mais sossego.

Possui boa infraestrutura turística com bares e restaurantes, hotéis, hostels, pousadas e campings. E para quem não abre mão de serviço na praia, aqui não é um problema. Quase sempre há estrutura local, seja barraquinhas, restaurantes badalados, aluguel de barracas e cadeiras. É só chegar e relaxar!

Dica LMTM: Na praia de Maresias, além do surf, você pode praticar slackline, e assistir um belo pôr do sol.

Praia de Paúba

Praia de Paúba em São Sebastião SP - Vista do Mirante de Paúba
Vista do Mirante de Paúba
Foto: Elaine Villatoro

Para quem quer fugir um pouco da agitação de Maresias, a praia de Paúba é uma ótima opção. Por ser mais afastada da rodovia, a praia tem um visual mais preservado cercado pela mata.

A praia do Paúba está a 3,5 km da Praia de Maresias. No local, há vagas para estacionamento ao longo das ruas residenciais e também há comércios à beira-mar. 

Praia do Saco / Praia dos Pescadores

praia do saco / praia dos pescadores vista do Mirante de Maresias SP
Praia do Saco vista do Mirante de Maresias
Foto: Elaine Villatoro

A praia do Saco, também chamada de praia dos Pescadores pelos caiçaras, é uma praia mais deserta que fica escondida entre a Praia de Maresias e a Praia de Paúba.

Você pode chegar até ela por uma pequena trilha de fácil acesso através de uma das duas praias. Recomendo levar o snorkeling, é bem possível ver tartarugas e muita vida marinha por ali.

Praia de Calhetas

Praia de Calhetas em São Sebastião SP
Elaine Villatoro na Praia de Calhetas em São Sebastião – SP
Foto: Marcela Moreira

É uma praia praticamente deserta e com um mirante incrível pois fica entre Toque-Toque Grande e Toque-Toque Pequeno

O acesso à praia de Calhetas só pode ser feito a pé. Por se tratar de uma propriedade privada, não é permitida a entrada de veículos. Uma curiosidade é que este acesso só foi permitido em 1988 quando surgiu a lei que proíbe a restrição de acesso às praias, já que todas são públicas.

A trilha que começa na rodovia BR-101 é de nível fácil e dura cerca de 10-15 minutos, porém, vale dizer que é preciso um pouquinho de disposição na volta pois tem uma subida íngreme (o que dificulta muito carregar cooler e cadeiras de praia).

Recomendamos que faça o passeio junto a um guia, já que é proibido estacionar na rodovia e há apenas alguns lugares específicos onde é possível estacionar. Outra opção é pegar um ônibus, há um ponto ali perto, ou então pegar um transfer.

Você pode fazer o passeio com a MaresiasTur, ou ver com eles a possibilidade de um transfer para te deixar no local certo.

O que fazer em Maresias e região além das praias

Separamos uma lista com 16 atrações para você conferir em Maresias:

Centro Histórico de São Sebastião

Centro Histórico de São Sebastião SP
Igreja Matriz de São Sebastião
Foto: Vagner Gonçalves

Para os amantes de história e casinhas coloniais, visitar o centro histórico de São Sebastião é uma super experiência, pois grande parte dele é datado dos séculos 17 e 18 e foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. 

Uma sugestão é explorar a região a pé a partir da rua da Praia, ali vai encontrar vários pontos de destaque como a Igreja Matriz, a Casa da Esperança, a Casa de Câmara e Cadeia, Casa das Janelas, Casa Dória e Praia Hotel.

Se quiser conhecer um pouco da história, existe um museu de Arte Sacra. Aproveite o passeio dando uma pausa nos restaurantes, sorveterias e cafeterias que existem na orla.

Para uma experiência ainda mais enriquecedora, você pode fazer esse passeio com um guia. Uma indicação que recebemos foi da Gonçalves Turismo. Você pode fazer sua reserva aqui.

Beco da Mulher Maravilha

Para os amantes de arte urbana vale conhecer o Beco da Mulher Maravilha. Carinhosamente apelidado fazendo referência a versão feminina do Beco do Batman, da Vila Madalena, em São Paulo, e fica localizado numa viela na entrada oito.

O Beco foi inaugurado em 2018, através de uma iniciativa do Studio Carlito e Renata Pascucci, que ajudaram a desenvolver arte urbana em Maresias através do projeto #colorindomaresias.

Surfar ou fazer aula de surfe

Surfistas em Maresias no pôr do sol
Surfistas em Maresias durante o pôr do sol
Foto: Elaine Villatoro

Se você é do surf ou tem curiosidade para aprender, Maresias é o lugar! Já que estamos falando de uma praia que recebe campeonatos internacionais de surfe, por que não pegar uma aula? É bem fácil encontrar aulas e alugar pranchas na praia.

Tour de bike para o Poço do Caetano e Canto do Moreira

mulher em passeio de bicicleta e Maresias
Elaine Villatoro em passeio de bicicleta e Maresias
Foto: Marcela Moreira

Essa é uma ótima pedida para explorar a cidade além da praia, pois o tour de bike leva para conhecer os bairros, a cultura caiçara, poços e piscinas naturais.

Poço do Caetano em Maresias

A primeira parada é no Poço do Caetano que faz parte do Parque Estadual Serra do Mar. Uma dica super legal é que lá tem uma caverna bem abaixo da cachoeira, onde é possível entrar apenas mergulhando pela queda principal, mas cuidado! Não recomendo para pessoas claustrofóbicas pois é bem apertado e cabem só 3 pessoas.

Entramos com o guia do passeio e por isso sentimos segurança em explorar, recomendo que faça isso junto a um guia local também. Vou ficar devendo uma foto desse passeio pois faltou a minha GoPro.

Após o banho no poço, saímos de bicicleta rumo ao Canto do Moreira, que fica na entrada 23 e também conta com piscinas naturais. É uma área mais reservada que não tem muito comércio e possui algumas propriedades privadas.

Canto Do Moreira - Piscinas Naturais
Canto Do Moreira – Piscinas Naturais
Foto: Elaine Villatoro

O passeio dura cerca de 3 horas e foi uma delícia! Fizemos ele com a convite da MaresiasTur, para mais informações clique aqui: Biketour 360 – Praia de Maresias

Importante: A região de São Sebastião conta com um grave problema de saneamento básico, o qual impossibilita banhar em alguns pontos específicos. Por isso foi importante ter o acompanhamento do guia local para saber os pontos adequados para banho.

Circuito das Cachoeiras / Trilha de Ribeirão de Itu em Boiçucanga

Trilha de Ribeirão de Itu em Boiçucanga
Cachoeira Samambaiaçu, Cachoeira da Pedra Lisa e Cachoeira da Hidromassagem
Fotos: Marcela Moreira

O Circuito das Cachoeiras, também conhecido como Trilha de Ribeirão de Itu, é um dos circuitos mais explorados em São Sebastião.

De nível fácil, porém com algumas partes íngremes, a trilha tem extensão de 2 km e dá acesso para 3 cachoeiras lindas: Cachoeira Samambaiaçu, Cachoeira da Pedra Lisa e Cachoeira da Hidromassagem.

Cachoeira de Calhetas e Rapel 

Cachoeira de Calhetas em São Sebastião

Se você for visitar praia de Calhetas, vale passar também pela Cachoeira de Calhetas que fica no caminho! A vista e o banho são bem energizantes!

Para quem assim como eu, fica meio perdido em trilhas, saiba que a MaresiasTur oferece um passeio chamado EcoTour Praia de Calhetas, que te leva para a praia, para o mirante e a cachoeira.

E para os que curtem esportes radicais, neste local que é considerado o melhor ponto de cachoeirismo da região, é possível fazer rapel nos 95 m de queda. Demais né?!

Nós topamos essa aventura e foi muita adrenalina! Mesmo com vários pontos desafiadores durante a descida, valeu super a pena, tanto pela vista que é deslumbrante, quanto pela sensação de superação que vem no final.

Elaine fazendo Rapel na Cachoeira de Calhetas em Maresias
Rapel Cachoeira de Calhetas
Foto: Elaine Villatoro

Os profissionais da MaresiasTur são bem preparados e nos deixaram tranquilas. Um guia fica no início da cachoeira e outro no final, ajudando e dando todas as orientações na descida. Para quem quiser se aventurar um pouco mais, vale escolher descer na corda da direita, porque lá há mais queda de água.

Veja mais detalhes e valor do passeio: Rapel na Cachoeira de Calhetas

Trilha dos Mirantes

Trilha dos Mirantes
Vista do Mirante de Paúba
Foto: Marcela Moreira

A trilha dos Mirantes dá acesso a dois mirantes: o Mirante de Paúba, onde é possível ver uma paisagem exuberante da praia em meio a natureza, e o Mirante de Maresias, onde se pode ver toda a extensão da praia Maresias: do Canto da Barra até o Canto do Moreira.

Durante o percurso é possível avistar também a Ilha de Montão de Trigo e o Arquipélago de Alcatrazes.

A caminhada é de nível fácil, com alguns trechos fechados e outros abertos. Dependendo do horário que fizer a trilha, o sol fica muito forte e, por isso, recomendamos que você garanta um boné, leve água, e não se esqueça do protetor solar e do repelente (de preferência biodegradáveis).

Rapel de Paúba

Elaine Villatoro no Rapel de Paúba em São Sebastião - Litoral Norte de São Paulo
Elaine Villatoro no Rapel de Paúba – Litoral Norte de São Paulo
Foto: Marcela Moreira

O “Rapel de Paúba” é realizado em um ponto na costa entre as praias de  Maresias e Paúba. São 10 metros de pura adrenalina no rapel suspenso, onde é possível fazer várias poses divertidas para a foto. Pode parecer que não, mas é uma atividade de nível iniciante =)

Uma dica para quem for se aventurar na Trilha dos Mirantes, no Rapel e fazer o tour de bike da MaresiasTur, é fechar o Pacote Aventura deles, assim o valor fica mais em conta.

Passeio Náutico – Ilhas

Você sabia que há diversas ilhas pertinho de Maresias que podem ser visitadas? Eu não fazia ideia! É impressionante ver como ainda existem tantas paisagens lindas tão perto da capital paulista.

No passeio náutico oferecido pela MaresiasTur nós passamos por três ilhas:

  • Ilha dos Gatos
  • Ilha das Couves
  • As Ilhas

O passeio de lancha sai de Boiçucanga, através do Rio Boiçucanga.

Ilha dos Gatos em São Sebastião SP
Ilha dos Gatos em São Sebastião SP
Foto: Elaine Villatoro

A primeira parada foi na Ilha dos Gatos com duração de aproximadamente 20 minutos. Uma água super azul com tons de verdes refletindo a mata na água.

Uma curiosidade sobre a Ilha dos Gatos é que houve uma concessão da marinha para a família dos Rockefellers na década de 50, pois estavam com medo da Segunda Guerra Mundial e quiseram garantir um refúgio. Depois, a ilha foi abandonada e com o tempo a mansão foi destruída pela maresia e tomada pela vegetação. Nos dias de hoje, a ilha é habitada por um caseiro que se reveza em temporadas em terra e na ilha. 

Ilha das Couves em São Sebastião SP

A segunda parada, de aproximadamente 20 minutos, foi na Ilha das Couves. Embora tenha o mesmo nome, essa não é a mesma ilha de Ubatuba.

A Ilha das Couves de São Sebastião é uma ilha particular, arrendada para um casal que explora a ilha de maneira sustentável através de sistema de permacultura, captação de energia solar, banheiro ecológico, compostagem, e reciclagem.

É cobrado uma taxa para passar o dia na ilha e aproveitar para fazer algumas trilhas, mas o mais legal é que é possível passar a noite lá! Eles têm a opção de camping e uma cabana rústica.

As Ilhas em São Sebastião no Litoral Norte de SP
Área de pedras em As Ilhas
Foto: Marcela Moreira

A última parada foi em As Ilhas, sim, parece que são várias ilhas mas o nome é esse mesmo rs. Ali foi onde ficamos por mais tempo, aproximadamente 1h30, podendo desfrutar com tranquilidade o fim de tarde, caminhando na praia, nas pedras e nadando nas águas calmas. Ah, no local é possível encontrar serviços de porções e bebidas.



Ilha Montão de Trigo

A Ilha Montão do Trigo é composta por formações rochosas com mais de 150 milhões de anos, com grutas e tocas para exploração. Dizem que é possível avistar golfinhos, tartarugas e até pinguins. Sua localização fica entre a enseada de Bertioga e o município de São Sebastião, aproximadamente uns 14 km do litoral paulista.

Estima-se que hoje vivem na ilha cerca de 40 a 60 pessoas e o interessante é que são todos da mesma família. Para morar no Montão de Trigo é preciso ter nascido no local ou ser casado com algum nativo.

Há pouca estrutura e não há eletricidade, a ilha possui uma escolinha e uma enfermeira que presta serviços durante a semana. Os moradores vivem da pesca artesanal e pequenos artesanatos. É possível fazer mergulho, pesca e até almoçar com caiçaras. Infelizmente não conseguimos ir dessa vez, mas já está na lista para a próxima ida ao litoral paulista.

O passeio é operado pelo Rene, tem saída por volta das 9hrs e retorno às 15hs, e o valor é de aproximadamente R$200 dependendo da quantidade de pessoas. Você pode contatá-lo através do Instagram @rene_dive ou via WhatsApp + 55 12 99165-2827 para maiores informações.

Arquipélago de Alcatrazes

Atobá voando na Ilha de Alcatrazes SP
Atobá voando na Ilha de Alcatrazes SP
Foto: Elaine Villatoro

Se você é amante do mergulho de cilindro ou de observação de pássaros (birdwatching) ou até mesmo de baleias, o Arquipélago de Alcatrazes é uma atração imperdível em Maresias.

Para você ter uma ideia de como Alcatrazes é incrível e porque ele é conhecido como “Galápagos Brasileiro“, aqui vão alguns dados do ICMBio sobre sua biodiversidade:

  • É o maior sítio reprodutivo de aves marinhas da costa brasileira;
  • Tem cerca de 100 espécies de aves e uma população de aproximadamente 10 mil;
  • São em torno de 1300 espécies de fauna e flora, sendo 93 com risco de extinção;
  • 259 espécies de peixes estão protegidas ali, entre elas estão garoupas, tubarão-martelo, e raia manta.


Seguros Promo

Protegido desde 1967 pela Estação Ecológica Tupinambás, e desde 2016 pelo Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, esta antes era uma área de treinamento da marinha e foi liberado para ponto mergulho a partir de 16 de dezembro de 2018, e hoje se trata da segunda maior unidade de conservação integral da Marinha do Brasil depois do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos.  Só com essas informações já dá para ter uma idéia desse paraíso né?

Importante dizer que como essa é uma atração que visa a conservação do local, não é possível desembarcar em nenhuma das ilhas do arquipélago, então os mergulhos de cilindro e snorkel permanecem o tempo todo na água ou no barco.

Para visitar o arquipélago é necessário uma navegação de 1 a 4 horas, de acordo com a embarcação, é importante sair bem cedo, e os pontos de saída são por Ilhabela ou São Sebastião.

Para mais informações leia nosso artigo sobre Alcatrazes, nele contamos como foi nossa experiência.

Outras opções

Mirante de Maresias SP
Mirante de Maresias próximo ao Canto do Moreira
Foto: Marcela Moreira
  • Pôr do sol: Assistir o pôr do sol da entrada 10 da Praia de Maresias
  • Mirante de Maresias: há um outro mirante próximo ao Canto do Moreira. Seu acesso é via rodovia em direção a Boiçucanga.
  • Vôo duplo de parapente: Com vista das praias de Cambury e Boiçucanga
  • Mergulho recreacional (batismo): Mergulho com saída da praia
  • Passeio Rota Caiçara: Uma imersão na cultura caiçara que inclui bate papo com os locais, passeio de barco e visita a Ilha dos Gatos

Confira aqui todos os passeios oferecidos pela MaresiasTur.

O que fazer em Maresias à noite

Sirena

Se você curte música eletrônica, com certeza já foi, ou ouviu falar no Club Sirena Maresias. O Sirena já foi premiado como o 9º melhor club do mundo, e também como o 2º melhor Club Open Air do mundo! A casa é ponto de encontro de muita gente bonita, descolada e já foi palco de grandes DJ’s mundiais como Fatboy Slim, Carl Cox, Tiesto e Bob Sinclar.

Santo Gole

Se você já é mais para barzinhos, o Santo Gole é ponto de encontro de amigos, gente bonita, música ao vivo, cerveja gelada e bons drinks. É uma balada com cara de bar, com um cardápio bastante diversificado. Um dos pontos altos é a decoração que faz muitos chamarem o local de balada bar.

 

Os Alemão

Os Alemão é um bar e restaurante com vista para a praia de Maresias. É um local confortável, bem arejado com um cardápio rico em peixes e frutos do mar. E claro, muitas opções de bebidas, desde caipirinhas e cervejas. 

Onde ficar em Maresias

Casa Ka

Quarto da Casa Ká – Hospedagem com boas práticas de sustentabilidade em Maresias
Foto: Elaine Villatoro

Quem acompanha o LMTM sabe que prezamos muito por hospedagens com iniciativas sustentáveis e por isso fomos conhecer a Casa Ka, a qual foi super recomendada por suas boas práticas que consideram o meio ambiente e comunidades locais.

Logo no check-in, Jacqueline, gerente da pousada, nos explicou sobre a coleta seletiva, e pela primeira vez na vida vi uma hospedagem orientando os hóspedes em relação a resíduos recicláveis gerados no quarto. Jacqueline mencionou que se tivéssemos embalagens para descartar, era só deixarmos separado em algum canto do quarto que os funcionários já estão instruídos para dar seu destino correto, e reforçou que só não poderíamos misturar com o lixo do banheiro.

Algumas iniciativas que ficamos apaixonadas:

Tratamento ecológico de esgoto na Casa Ká - Hospedagem em Maresias SP
  • Todo esgoto gerado é tratado localmente, com biodigestores e fossa de evapotranspiração.
  • Lixos do banheiro com sacos feitos de jornal.
  • Priorizam a contratação de mão-de-obra e serviços locais.
  • Na limpeza utilizam lava roupas e detergente de louça biodegradáveis.
  • Eles separam os resíduos recicláveis e levam em uma cooperativa privada para se certificar de que terão o destinamento correto.

Além de super confortável e linda, a Casa Ka fica no meio da mata atlântica, no Canto do Moreira (área ideal para quem está de carro por estar mais distante do centro comercial), e com fácil acesso à praia.

Área externa da Casa Ká em Maresias - SP
Área externa da Casa Ká em Maresias – SP

Ela ainda conta com uma área comum integrada à natureza, com decoração rústica, deck com espreguiçadeiras, redes, e até serviços de massagem no spa. É um cantinho muito especial.

A pousada também empresta bicicletas, pranchas de Stand Up Paddle, equipamentos de snorkeling entre outras coisas.

Pousada Azul da Cor do Mar 

Onde se hospedar em Maresias SP

Se você prefere ficar mais perto do agito, e ainda preza por conforto, recomendo a Pousada Azul da Cor do Mar. Ela fica localizada bem em frente ao Bar dos Alemão, pertinho da praia, dos restaurantes e centro de Maresias. Dá para fazer tudo a pé. O café da manhã é bem servido e tem piscina na pousada.

Caiçara Hostel 

Se você busca um hostel em Maresias, quer se socializar e ficar numa boa localização, o Hostel Caiçara é uma boa pedida. Contém quartos privados e uma novidade que me chamou muito atenção é o quarto compartilhado feminino, algo difícil de encontrar na região.

Para quem vem de ônibus, há um guichê de passagens literalmente acima do Hostel, o que facilita a compra das passagens pois assim não precisa pagar a taxa do site, e o ponto de ônibus fica a apenas alguns metros.

Além disso, a agência da MaresiasTur fica dentro do Hostel, e todos os passeios saem dali. Lembra da Padaria Elite? Fica a um quarteirão. Então já facilita para se planejar para o café da manhã.

Caso queira mais opções de hospedagens em Maresias, você pode encontrar aqui:



Booking.com

Airbnb em Maresias

Você também pode encontrar opções de quartos e casas para alugar em Maresias. Confira algumas das opções nesse mapa interativo do Airbnb:

O que levar para Maresias

Alguns itens vão contribuir para que você faça uma viagem mais tranquila:

  • Protetor solar e repelente (preferencialmente biodegradáveis)
  • Pomadinha para picada de insetos
  • Boné ou chapéu (itens indispensáveis da lista)
  • Óculos de sol
  • Roupa de banho
  • Chinelo
  • Papete (ajuda super a caminhar nas pedras nos locais com cachoeira e é bem confortável)
  • Camiseta de manga comprida com proteção solar
  • Legging, shorts ou bermuda confortável
Cupom de desconto Columbia


Turismo Sustentável em Maresias – SP

Deu pra perceber como Maresias é um destino de muita natureza né?! Que tal visitar esse paraíso sendo um #ViajanteResponsável deixando o mínimo de pegadas possível?

Aqui vão algumas dicas para que você possa praticar um turismo sustentável em Maresias:

  • Evite produzir lixo. Embora o município tenha coleta seletiva há diversos relatos de que o sistema não funciona bem. 
  • De forma alguma jogue lixo nas trilhas ou na praia, e se puder, recolha os que encontrar no caminho (isso inclui bitucas que embora pequenas, são grandes vilões dos oceanos).
  • Leve uma garrafa de água reutilizável ou uma mochila de hidratação para evitar o consumo de garrafas plásticas.
  • Evite o uso de qualquer produto químico no corpo ao entrar nas cachoeiras e poços. Esses produtos podem contaminar os lençóis freáticos e assim prejudicar o meio ambiente e afetar a água daqueles que ainda não possuem acesso a água tratada.

Curtiu as dicas? Salve este pin para você rever depois!

Tem mais alguma dúvida sobre Maresias? Comenta aqui =)

Obs: Essa viagem foi realizada a convite da Assimptur e Associação de Pousadas, Hotéis, Bares e Restaurantes de Maresias. Nossa hospedagem na Casa Ká, Pousada Azul da Cor do Mar, e Hostel Caiçara foram cortesias, assim como os passeios da MaresiasTur. Mas fique tranquilo, todas as opiniões expressadas aqui são sinceras e refletem nossas experiências no local.

Leia também: